Compartilhe o nosso portal

São Luís (MA), 4 de junho de 2024

Wellington do Curso denuncia condições de ponte utilizada na zona rural de Barreirinhas

Biaman Prado

Wellington do Curso denuncia condições de ponte de madeira utilizada na zona rural de Barreirinhas

Wellington pediu explicações à Prefeitura de Barreirinhas

O deputado estadual Welington do Curso (PSC) denunciou, na sessão desta terça-feira (4), as condições de uma ponte de madeira que serve de ligação entre povoados da zona rural do município de Barreirinhas. Com a utilização de um vídeo, exibido no plenário, o parlamentar mostrou a ponte que, segundo ele, está em péssimas condições, transformando-se em uma verdadeira ameaça para crianças que precisam usá-la para ter acesso a uma escola no Povoado Laranjeiras, na área mais afastada do centro da cidade.

“Eu não estou falando de qualquer município. Estou falando de um município que recebe recursos do Estado, da União, de voucher, de royalties. Para onde vai tanto dinheiro em Barreirinhas? É a pergunta que não quer calar. Isso é uma vergonha, prefeito! As crianças podendo cair entre essas tábuas”, declarou o deputado.

Ao manifestar sua indignação, Wellington do Curso acrescentou que o município de Barreirinhas, além de contar com expressivo volume de recursos públicos, recebe também outros montantes oriundos da iniciativa privada.

As empresas e os operadores de turismo pagam taxas. Então, cadê o dinheiro dos vouchers? Mais grave ainda: em 2022, a cidade de Barreirinhas recebeu mais de R$ 3,6 milhões de royalties do petróleo, da energia eólica. Já em 2023, recebeu R$ 3 milhões. Onde foi parar o dinheiro dos royalties e da arrecadação?”, questionou o parlamentar.

Requerimento

Ele informou que deu entrada em um requerimento solicitando explicações da Prefeitura de Barreirinhas sobre valores arrecadados, nos últimos três anos, de voucher e de royalties. Disse, ainda, que quer saber a forma como está sendo feita a aplicação desses recursos. “Vou provocar também o Ministério Público. Nós vamos fiscalizar, cobrar informações da Prefeitura de Barreirinhas”, concluiu o deputado.

Veja também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.