Polícia Civil pode identificar a qualquer momento o autor do assassinato, a tiro, do sobrinho do ex-presidente Sarney

Crime de grande repercussão em todo o Maranhão, a Polícia Civil já teria identificado o proprietário do veículo Argo, de cor vermelha, ocupado por um homem que matou a tiro, por volta das 11:30 da manhã desta terça-feira (16), na Lagoa da Jansen,  o publicitário Diogo Adriano Costa Campos, 41 anos, filho de Concy Sarney  e sobrinho do ex-presidente José Sarney.
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Crime de grande repercussão em todo o Maranhão, a Polícia Civil já teria identificado o proprietário do veículo Argo, de cor vermelha, ocupado por um homem que matou a tiro, por volta das 11:30 da manhã desta terça-feira (16), na Lagoa da Jansen,  o publicitário Diogo Adriano Costa Campos, 41 anos,  filho de Concy Sarney  e sobrinho do ex-presidente José Sarney.

Segundo informações, a SSP ainda não sabe, porém, se o proprietário do veículo é mesmo que discutiu e matoum Diogo Adriano, após uma pequena colisão entre o Argo e o Kwid conduzido pela vítima, informações que estão sendo filtradas.

Policiais da Delegacia de Homicídio que investigam o caso do assassinato do sobrinho-neto do ex-presidente da República, José Sarney, já podem afirmar  que o tiro foi dado de dentro do carro do homem que o matou. Ele permanece foragido, mas a polícia já sabe da identificação das placas do veículo.

Diogo é filho de Concy Sarney, filha de Evandro Sarney (falecido) e irmão de Gustavo Sarney, advogado que foi diretor do Fórum. Ele residia no Edifício São Gabriel, na  Rua Frei Antônio, Lagoa da Jansen.

o assassinato ocorreu em frente ao Bar “Por acaso”, na Lagoa da Jansen. Diogo discutira com o condutor do Argos, após uma colisão de pequena proporção.

A Polícia deve divulgar nas próximas  horas o nome do homicida, já que uma câmera de vídeo teria registrado o episódio e mostrado modelo e até placas do Argo.

O empresário Fernando Sarney teria ido ao local do crime e a ex-governadora Roseana Sarney se desesperaria com a notícia da morte do sobrinho.

Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *